• R. das Petúnias, 532 - Cidade Jardim 2 - Americana/SP
  • +55 (19) 3013.3788 | 3013.4080
  • +55 (19) 97412.1249
  • vendas@arfusion.com.br

Blog e Notícias

Assine nossa Newsletter

Os 03 erros mais comuns no processo de automação industrial

Contaremos um pouco da nossa experiência no artigo de hoje. Vamos lá?

Você, provavelmente, conhece processos de automação. Nós temos uma boa experiência neste ramo, não só desenhando e/ou fabricando os próprios dispositivos, mas também atuando de forma ativa no processo de aquisição de projetos bastante complexos. Afinal, esse é o nosso dia a dia.

Depois de aprender com nossos sucessos e falhas, separamos três importantes tópicos sobre o que não deve ser feito quando estamos falando sobre projetos de automação. Preparados para mais esta informação? Então, boa leitura!

Erros no Processo de Automação

1- Análise equivocada do payback (taxa de retorno)

É comum você observar que várias empresas analisam a taxa de payback da forma correta, sendo que esta deverá ser a mais importante métrica dentro do processo de automação.

É de extrema importância saber, de forma ímpar, como uma máquina ou como um dispositivo se paga e, quanto tempo ele dura dentro da empresa. Algumas situações irão colocar outras questões à mesa, tão importantes quanto o próprio retorno financeiro, como por exemplo, um projeto que irá ampliar a segurança dos colaboradores.

Estamos falando de um bem intangível, que é a saúde do trabalhador, mas que também deverá entrar nesta análise.

2- Má definição das expectativas geradas pelo cliente

É essencial que o escopo deste projeto esteja muito bem alinhado, principalmente com o cliente. Não seria nada interessante que, ao final da execução de um projeto, o mesmo fosse mudado, minando a margem de lucro do fornecedor.

É necessário ter estas predefinições esclarecidas por todos os lados, mesmo depois do aceite de startar o projeto principal. É importante o time estar alinhado quanto a desejos e expectativas.

3- Gerenciamento pobre do projeto

Um projeto de automação industrial, em sua grande maioria, é um projeto singular. Único. Mesmo que o seu fornecedor já tenha utilizado algum maquinário anteriormente a data, cada cliente terá suas necessidades e suas peculiaridades, coisas que darão vida ao projeto e suas limitações.

Neste caso, é de suma importância que o projeto esteja previamente definido para auxiliar no melhor gerenciamento do projeto.

Contudo, ao mesmo tempo, é necessário ser flexível suficientemente para que consiga atender as necessidades dos clientes, bem como suas demandas.

As etapas mais comuns que podemos observar dentro dos projetos de automação são:

  • Entendimento da real necessidade do cliente
  • Proposta comercial em relação a demanda
  • Fabricação
  • Entrega e colocação em marcha

Agora, você pode ter o melhor projeto, mas é essencial ter uma equipe profissional e motivada, e que tenha experiência para conseguir coordenar todos os recursos disponíveis, bem como o andamento do projeto.

A Ar Fusion pode te ajudar, conte com a gente.

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest