Pneumática, entenda este segmento e sua importância para a industria.

Pneumática, entenda este segmento e sua importância para a industria.

A pneumática pode ser aplicada em quase todos os nichos da industria. 

Esta é uma área da física que aplica o uso de gases ou ar pressurizado. Isso alinhado a engenharia, a pneumática possui uma série de utilidades como, por exemplo, em máquinas e equipamentos industriais.

Igualmente a elétrica e a hidráulica, a pneumática é muito comum em aplicações de automação industrial. Assim, destaca-se pela capacidade de aumentar a produtividade a um custo operacional relativamente mais baixo.

Através da pneumática é possível desenhar e instalar projetos de forma mais rápida e fácil do que um sistema elétrico equivalente, por exemplo.

Isso porque as peças deste tipo de tecnologia são simples para realizar um movimento linear. Os mesmos também fornecem uma excelente força em um espaço pequeno e podem ser usados para prender, posicionar ou movimentar uma carga.

Como funciona os sistemas pneumáticos:

Basicamente, o seu funcionamento é dividido em três etapas:

  1. Geração: o compressor capta o ar que está no ambiente e aumenta a sua pressão. Ou seja, o ar comprimido é gerado pelo compressor;
  2. Distribuição: o ar comprimido é distribuído para as diferentes aplicações através de um sistema de tubulações de plástico ou metal que atravessa a fábrica;
  3. Aplicação: o ar comprimido chega à ferramenta ou equipamento alimentando-o para que a tarefa seja realizada.

A importância da pneumática para a indústria

Este sistema possui um papel extremamente importante para o desenvolvimento industrial.

Logo nas primeiras aplicações séculos atrás, como foles ou catapultas, passando por seu uso em larga escala durante a Segunda Guerra Mundial, onde a produção e automação exigem produção industrial, até os sistemas pneumáticos altamente técnicos usados atualmente.

A automação cada vez mais presente no segmento industrial utiliza a pneumática.

De que forma a pneumática pode ser utilizada?

Essa tecnologia pode ser utilizada em amplos aspectos, mas as principais são:

  •  sistemas de abertura automática de portas em indústrias,
  • elevadores
  • empilhadeiras
  •  ferramentas pneumáticas:
  • linhas de montagem da indústria automotiva
  • estações máquinas de cadeias produtivas, como na indústria agroalimentar, na indústria química e farmacêutica, na odontologia, na construção etc.).
  • todos os sistemas de movimentação e movimentação de materiais em toda a cadeia produtiva 
  • desenvolvimento de transportadores de correia e transportadores de rolos eficientes, seguros e automatizáveis .

Peças que podem compor um sistema pneumático:

Tipos de Conexões Pneumáticas

Conexões pneumáticas são instrumentos utilizados para junção de materiais como, por exemplo, tubos e mangueiras, permitindo o fluxo de fluídos pela rede.

Existem dois tipos principais de conexões, cada qual com características específicas a fim de atender a uma função no sistema pneumático.

As diferenças entre elas também vão determinar a quantidade de pressão e temperatura que as mesmas vão suportar.

Conexões pneumáticas Fixas

Fazem a junção de materiais em local onde não há movimentação, vibração constante. Por serem fixas, o ideal é que fiquem permanentemente no mesmo local.

Conexões pneumáticas de Engate Rápido

Feitas justamente para serem usadas em locais onde há movimentação, vibração. Se destacam por serem de fácil manuseio (montagem e desmontagem) e manutenção (limpeza mais rápida).

Existem diversos outros tipos de conexões pneumáticas que você, empresário, poderá encontrar na AR Fusion Brasil.

Conexões de alta resistência e performance, fabricadas sob medidas, atendendo todas as normas brasileiras.

Ar Fusion, solução em automação pneumática para a sua indústria.

Cilindros pneumáticos

O cilindro pneumático é um dispositivo que foi mecanicamente projetado para produzir força (em movimento linear) a partir de gás comprimido. Os cilindros pneumáticos vêm em várias aparências e tamanhos e destinam-se a desempenhar diferentes funções dependendo das necessidades do mercado. 

O que define um cilindro pneumático é seu curso e seu diâmetro sendo o curso o total que o cilindro consegue percorrer ao ser pressurizado e o diâmetro é o tamanho do embolo dentro da camisa do cilindro (responsável por fazer força no cilindro)

Outros elementos:  

Existe uma variedade de componentes de controle para ajudar na sua automação pneumática, como reguladores de fluxo e pressão, válvulas de bloqueio, válvulas lógicas, botões e alavancas, entre muitos outros. O mais importante é que você encontra todos eles na ArFusion, entre em contato e solicite um orçamento.

Whatsapp